Criada em 1998, a Prata Design se especializou na criação de design gráfico integrado aos conteúdos e às inovações editoriais e gráficas do mundo digital.

A paixão pela tipografia, imagem e criação de narrativas visuais marca o trabalho da Prata Design, que vai além das peças editorais impressas e sites.

Com uma estrutura enxuta, o atua na criação de marcas, identidade visual, design editorial e expositivo em diferentes plataformas para empresas, institutos culturais e editoras.

Desde 2012, para oferecer uma melhor integração entre comunicação, design e novas mídias, a Prata+ funciona com um esquema de equipes montadas para cada job. Nossa rede de parceiros, que inclui equipes e profissionais com expertises complementares, permite a solução de problemas complexos de um jeito simples, ágil e eficaz.

Didiana Prata integra sua experiência didática em design e em processos de inovação para oferecer workshops como parte do processo de criação colaborativa junto aos parceiros e aos clientes.

Essa imersão no diagnóstico e na definição de estratégias voltadas à comunicação e ao design para cada cliente são uns dos traços autorais do jeito de fazer design do estúdio.

workshop de inovação e posicionamento

  • workshop de diagnóstico para redesenho e criação de identidade visual
  • análise e diagnóstico das peças de comunicação institucional, campanhas internas e externas
  • alinhamento O2O “offline to online” da comunicação

Inaugurando um novo espaço informal para se pensar muito além do design, as conversas Prata+ buscam a oxigenação criativa através da troca de experiências entre profissionais convidados de diferentes áreas, alguns deles parceiros e colaboradores do estúdio.

Acreditamos que a apresentação e a discussão horizontal de cases entre os pares é fundamental para a alimentação do processo criativo.

Quem já apresentou projetos:

  • Celso Longo e Daniel Trench: “Identidades visuais expositivas”
  • Cassio Vasconcellos: “A relação do processo criativo e a mobilidade”
  • Julius Wiederman: “Legados digitais”